quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A Sabedoria da Cabala Por Yossef Salton





A Sabedoria da Cabalá
Por Rabino Yossef Salton


Este texto está destinado a dar os conceitos básicos da Cabalá, com um método simples e claro, desenvolvido e organizado pelo Rabino Phillip S. Berg e baseado no Zohar e outros livros sobre Cabalá.

1º aula:

O que é Cabalá?
Como a Cabalá nos ajuda nos dias de Hoje?
A Psicologia e a Parapsicologia; a mente consciente e o subconsciente; o ritual e o espiritual, o físico e o metafísico; ilusão e realidade.
A limitação dos nossos cinco sentidos.

Iremos, nesta primeira aula, falar genericamente sobre Cabalá, para fazer relação com outros assuntos que conhecemos, tais como Ciência, Psicologia, Parapsicologia, e com a nossa vida, porque realmente queremos utilizá-la para melhoria de nosso dia a dia.

O que é Cabalá?

É a mais antiga sabedoria espiritual que existe sobre a Terra.

Como começou?

Como se relaciona com a religião?

O primeiro cabalista de que se ouviu falar foi o Patriarca Abrahão. Todos sabemos que ele foi um judeu, mas além de judeu também foi fundador de todas as religiões que acreditam em um único Deus, e é evidente que este é um título muito importante!

Podemos dizer a respeito da Abrahão que ele era um homem muito simples, e fazia perguntas muito simples, mas muito profundas.

Todos temos perguntas sobre nós mesmos, sobre nossos problemas, sobre a nossa vida, e também sobre Deus. Assim, Abrahão tinha o mesmo tipo de pergunta que todo ser humano tem.

Quem é Deus? Onde Ele está?...

Abrahão tinha essas perguntas.

A diferença é que ele não desistiu até que recebeu a resposta correta.

Ele sabia que as respostas verdadeiras não estavam no mundo físico, mas também na sua mente, sabia que tinha que transcender sua forma física, deste mundo físico, para receber as respostas às suas perguntas.

Quando obteve sucesso, ele passou a contatar o nível que podemos chamar agora de Consciência Cósmica.

É bonita essa palavra.

Usar a palavra Deus é problemático, porque fomos educados a temer a Deus, obedecer suas leis, que Ele estava muito longe daqui, e a não fazer muitas perguntas a Seu respeito.

Normalmente ocorre que alguns acreditam que Ele exista, outros que não exista.

Mas os que acreditam, será que O viram?

E os que dizem que não existe Deus, será que O mataram, para agora dizer que Ele não existe?

A Cabalá não trata disto.

Consciência Cósmica é um termo útil; mas na verdade ele apenas descreve Deus de outra forma, com outras palavras.

O que Abrahão viu, ou se conectou em nível espiritual, foi com essa Consciência Cósmica; é um conhecimento universal que conecta todos os seres humanos num mesmo Ser Essencial.

Porque neste mundo físico somos todos diferentes e separados uns dos outros, e podemos até roubar, lutar e matar-nos.

Porque?

Porque nos sentimos diferentes uns dos outros.

Mas se avançarmos numa certa sabedoria cósmica e compreendermos que somos um ser universal, isso logicamente não acontecerá mais.

Essa é a unidade que Abrahão sentiu e revelou durante sua vida.

Obviamente que essa unidade não existe na nossa forma física; somente numa dimensão espiritual.

A Cabalá fala de uma dimensão espiritual onde todos os seres são um: isso é chamado Consciência Cósmica.

Segundo a Cabalá, esse é o Deus invisível, que viemos buscando há eras.

Quando Abrahão tentou explicar esse conceito a seu pai, foi difícil aceitar: seu pai era idólatra: pessoa que se curva diante de figuras de ídolos de madeira, metal ou outro material.

O que ele lhe disse?

‘Você espera que eu acredite num Deus que não posso ver? que não posso sentir? que não posso vender?’ (porque a casa de Abrahão era repleta de ídolos, pois seu pai era mercador de ídolos, sendo assim, muito lucrativo ser idólatra!)
Hoje mesmo acontece algo assim quando nos aproximamos das pessoas e começamos a falar sobre espiritualidade e ouvimos ‘por favor não fale de espiritualidade para mim pois sou uma pessoa racional e só acredito nas coisas que eu posso ver, sentir ou que posso vender’.

Da mesma maneira, pode-se encontrar que a idolatria seria o que hoje chamamos materialismo.

Há muita gente que diz: ‘eu acredito no poder do dinheiro’, sim, ele tem um grande poder!

Porém a Cabalá vem e fala de algo que existe além do mundo material.

Após 4 mil anos depois de Abrahão chegou um tempo que nós seres humanos precisamos libertar-nos do mundo material, desse materialismo e aceitarmos a espiritualidade.

A consciência humana mudou pouco nesse tempo.

Há progresso na ciência e tecnologia, mas será que nos desenvolvemos sob o ponto de vista espiritual?

Será que somos seres humanos melhores do que as gerações anteriores?

Não, não somos nem melhores nem piores que outras gerações.

Mas, será que a Cabalá contradiz a ciência e a tecnologia?

Não, logicamente a Cabalá não é contra a tecnologia e nem contradiz a ciência.

A ciência agora fala de metafísica, que significa “além da física”.

Agora a ciência está chegando ao ponto, ao nível, do qual Abrahão já falava há 4 mil anos.

A ciência fala a respeito de um mundo de energias; estamos começando a conhecer através da ciência esse novo mundo.

No entanto pode-se chamar na maneira física de energia ou espiritualidade, que se trata da mesma coisa.

O mundo da metafísica é semelhante à espiritualidade.

Então podemos nos dar conta que o ciclo entre Cabalá e ciência está finalmente se fechando!

23/setembro/2008

Fonte: livro esoterico blog
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...