quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Essências Florais do Dr. Edward Bach




Os Florais de Bach são 38 essências extraídas de flores silvestres do País de Gales, na Grã Bretanha.

Seu poder de cura foi descoberto pelo médico inglês Edward Bach(de 1926 a 1934).
Atuam sobre o estado emocional e formam um sistema terapêutico, segundo o qual a doença resulta de um desequilíbrio energético que leva à enfermidade física.





Bach nasceu em Birmingham, Inglaterra, em 24 de setembro de 1886. Formou-se em Medicina em 1912. Em 1915, tornou-se bacteriologista do Hospital Universitário, onde desenvolveu os nosódios intestinais que ainda hoje são empregados pelos médicos homeopatas.

Em 1917, Bach teve uma hemorragia, foi operado de urgência e diagnosticada uma doença grave e incurável, com prognóstico de apenas 3 meses de vida.
Como queria terminar suas pesquisas com os nosódios, pediu alta hospitalar, dedicou-se plenamente aos seus estudos e, recuperou-se totalmente.

Esta vivência foi decisiva para que ele atribuísse grande importância aos estados emocionais na gênese e cura das doenças.
Afirmou que boa saúde é harmonia, ritmo, pensar a vida de modo positivo, construtivo e feliz e a doença é pensar de modo negativo, infeliz e destrutivo.

Em 1930, resolveu abandonar o consultório e partiu para a zona rural do País de Gales em busca de novos medicamentos.
Passou a percorrer os campos em busca de plantas e fixou sua atenção nas flores silvestres.
Desenvolveu uma grande intuição e sensibilidade à ponto de poder sentir as vibrações de cada flor que tocava com as mãos ou com a boca, identificando desta forma seu poder de cura.

Descobriu que o orvalho e a luz solar despertam a vibração das flores e à partir daí, desenvolveu o método solar e o de ebulição que se usam até hoje para o preparo das essências florais.

As flores usadas para os remédios devem nascer espontaneamente porque a energia é mais intensa do que se forem plantadas pelo homem.
Devem ficar mergulhadas em água de um riacho próximo, em um recipiente de vidro claro por algumas horas, ficando assim, a água impregnada com a energia da flor.

Bach dizia que a doença é a cristalização de uma atitude mental e que basta tratar esta atitude para que a enfermidade cesse.
Deve-se tratar a personalidade do paciente e não a doença.

A enfermidade não é material e sim energética e o primeiro ato do drama da doença se passa no campo da energia.
Portanto, deve-se tratar as causas e não os efeitos.
A ação terapêutica para que seja eficaz, deve atuar sobre a energia.
Em 5 anos, Edward Bach descobriu 38 essências florais e escreveu dois livros: "Cura-te a ti mesmo" e "Os doze curadores e outros remédios".
Ele morreu em 27.11.36, em sua casa em Mount Vernon, Grã Bretanha(foto acima), onde ainda hoje funciona o "Bach Centre", onde são colhidas as flores e preparadas as essências.

Fonte:
wikipédia


"A nenhum de nós nesta Terra
é pedido mais do que pode realizar
e se nos esforçarmos
para obter
o que há de melhor dentro de nós,
sempre guiados por nosso Eu Superior,
a saúde e a felicidade serão possíveis.



Mas nas horas mais escuras,
quando a vitória parece impossível,
lembremo-nos
de que os filhos de Deus não devem nunca ter medo,
que as tarefas que nossas almas nos dão
são apenas as que somos capazes de realizar
e que, com coragem e fé
em nossa divindade interior,
a vitória virá
para todos os que continuam a lutar.



Cada pessoa tem uma vida para viver,
um trabalho a realizar,
uma personalidade gloriosa,
uma individualidade maravilhosa.



Se ela compreender estas verdades
e conseguir mantê-las
contra todas as leis da massificação,
ela superará tudo
e ajudará os outros
com o exemplo do seu caráter.



A vida não exige de nós grandes sacrifícios;
pede-nos apenas
para fazermos a viagem com alegria no coração
e sermos uma bênção
àqueles que estão ao nosso redor."



Dr. Edward Bach
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...