terça-feira, 12 de outubro de 2010

O Cérebro: Lobos Frontais e Lobos Posteriores


É o órgão onde se radicam a sensibilidade consciente, a mobilidade voluntária e a inteligência; por este motivo é considerado como o centro nervoso mais importante de todo o sistema.


Apresenta um profundo sulco que chega até o corpo caloso e o divide em dois hemisférios simétricos (esquerdo e direito).


A córtex cerebral constitui o nível superior na organização hierárquica do sistema nervoso; se encontra repregada apresentando pregas ou circunvoluções e figuras ou canais.


O córtex cerebral não é homogêneo, encontrando-se diferenças na espessura total, nas das diferentes capas e na conformação celular fibrilar.

O Cérebro apresenta dois hemisférios: ambos têm reentrância e saliências (as cicunvoluções cerebrais)


O Cérebro contém os centros nervosos relacionados com os sentidos, a memória, o pensamento e a inteligência.


O Cérebro coordena também as ações voluntárias desenvolvidas pelo indivíduo, além de comandar atos inconscientes.

Observando a figura de um Cérebro, você vê que ele se divide em duas partes ou hemisférios cerebrais: um direito, outro esquerdo.


Repare também nas reentrâncias e saliências que o Cérebro apresenta: elas são denominadas circunvoluções cerebrais.

Estruturas dos Neurônios

Para explicar isso, divide-se o grupo de estruturas de neurônios, conhecido pelo nome de córtex, em quatro áreas altamente especializadas.


Cada uma destas áreas tem uma maneira de perceber, selecionar e processar as informações necessárias unicamente para cumprir sua tarefa específica.


Benziger desenha o Cérebro com forma oval e o divide (com uma linha vertical e outra horizontal que passam pelo centro) em quatro partes:

Lobo posterior esquerdo:


Especializado em desenvolver sequências e processos etapa por etapa.


É o especialista das rotinas.


Sempre que fazemos uma tarefa sequenciada é esta a parte que domina, por exemplo, ao fazer uma conta com muitos números, fabricar objetos ou prestar serviços.


Também é a parte que rotula e guarda as palavras.


O meio cientifico e industrial o explora ao máximo para produzir alimentos, casas, roupa e tudo que se relaciona a processos automatizados.


As pessoas que têm esta área como líder são detalhistas, organizadas, preferem os procedimentos sujeitos a regras bem definidas e são grandes produtores de bens ou serviços.

Lobo posterior direito:


É o especialista em perceber as relações harmônicas do mundo ao redor.


Isto é, percebe através dos sentidos as partes do mundo cujos dados são úteis para chegar à harmonia e criá-la quando não existe.


São as pessoas que, ao receber uma mensagem, percebem com maior facilidade o tom e os gestos do que as palavras que estão escutando.


Esta área lidera as pessoas solidárias, que criam laços de boa vontade, lealdade e confiança com sua família, seu grupo de amigos, seus companheiros de trabalho e a sociedade em geral.


São pessoas sensíveis e com alta noção de pertencer a um grupo.

Lobo frontal direito:


Percebe padrões e relações abstratas.


Por exemplo, ao ver um rosto, é a parte que desenha a caricatura.


E também é o grande especialista em detectar as "tendências".


Percebe mudanças e usa a imaginação para criar novas respostas, produtos, serviços ou estratégias.


Também é o responsável por gestos e a linguagem corporal.


Portanto, as pessoas que têm esta parte como líder gesticulam e precisam mover seu corpo quando estão falando.


São pessoas sensíveis, criativas, visionárias e inovadoras.

Lobo frontal esquerdo:


Tem maior habilidade para a análise lógica e é eficaz quando se trata de calcular, avaliar e diagnosticar porque "vê" a estrutura.


Isto é, é a parte que sustenta, estimula ou impede alguma coisa.


Portanto, sabe focalizar as metas e avaliar os resultados de uma ação.


São as pessoas que preferem falar apenas para comunicar alguma coisa: uma ordem, uma conclusão ou a pergunta exata.


As pessoas que têm esta área como líder não hesitam em tomar as decisões necessárias.


São lógicas, dirigentes natos, sabem negociar e debater.

Todos nós temos um Cérebro completo, isto é, utilizamos todas as nossas habilidades mentais.


Mas - e este é o grande avanço da ciência, segundo a Dra. Benziger - cada pessoa tem uma área de seu Cérebro que domina as outras três:


"A natureza dos químicos (os neurotransmissores) nos indica que há uma área do Cérebro que é mais eficiente, pois cada pessoa consome apenas 1% do oxigênio, a energia, quando utiliza sua área eficiente", afirma a Dra. Benziger.


Como você pode saber qual é a área líder do seu Cérebro?


Para a Dra. Benziger a resposta é muito simples: "ao usar suas habilidades ou preferências mentais você sorri porque está fazendo algo que lhe diverte e de que você gosta. É porque está trabalhando ou atuando de uma maneira que o faz profundamente feliz."

1) Seu Cérebro lhe envia constantemente "sinais" de mal-estar ou bem-estar quando se trata de suas emoções, seus pensamentos, sua capacidade criativa ou de desenvolvimento em geral.

2) Cada uma dessas quatro áreas tem uma maneira de perceber, selecionar e processar as informações necessárias para cumprir unicamente sua tarefa específica.

A camada externa do Cérebro, formada por uma substância cinzenta, denomina-se córtex cerebral.


A parte interna é formada pela substância branca.

O Cérebro é o principal órgão do sistema nervoso e o centro de controle de todo o corpo, tanto das ações voluntárias quanto das involuntárias.


É por isso que, mesmo se estiver dormindo, você respira e o coração bombeia sangue.


Tudo porque o grande capitão fica no comando dos controles dessa nave fascinante e complexa que é o seu corpo.


Ademais, quando você está acordado, cada vez que pensa, sente, se lembra de alguma coisa ou fala, é também seu Cérebro que está operando.


Ou seja, esteja você dormindo ou acordado, seu Cérebro se encarrega de que todos os sistemas de seu corpo funcionem normalmente.


Mas as pessoas não são apenas um corpo que subsiste, mas seres que participam num mundo de relacionamentos consigo mesmos e com o mundo ao redor.


Dentro desse mundo há muitas outras pessoas e outros elementos, aquilo que se chama a "realidade".


Isto é, fatores que abrangem tudo, do clima e meio geográfico aos padrões de comportamento social, de trabalho e econômico.

Para responder a todas essas exigências externas, o Cérebro humano trabalha para desenvolver habilidades e respostas eficientes.


É o grande aliado de cada um e o que nos ajuda a viver e a negociar com a realidade.

Neste sentido, há um elemento muito importante: seu Cérebro sempre atua procurando seu bem-estar e seu progresso pessoal.

Por exemplo, se você acaba de jogar uma partida de futebol, ou, depois de um longo dia de trabalho, se sente cansado, é seu Cérebro o encarregado de dar-lhe os sinais para que você faça tudo o que seu corpo necessita para recuperar as energias.


Você pode dormir, comer sua comida favorita ou sentar-se para ver um bom filme.


Depende de cada um.

Seu Cérebro está constantemente enviando-lhe "sinais" de mal-estar ou bem-estar quando se trata de suas emoções, seus pensamentos, sua capacidade criativa ou de crescimento em geral.


Já pode ter acontecido de você ficar de mau humor porque não gosta do seu trabalho.

Ou você se sente relaxado e feliz simplesmente porque está lendo um bom livro.


Isso também depende de cada pessoa, porque o aspecto mais maravilhoso do Cérebro humano é que ele foi projetado de tal forma que cada indivíduo tem certos talentos e habilidades que, de forma "natural", predominam sobre os outros.


À medida que você vai desenvolvendo esses talentos e habilidades você adquire mais chances de êxito. Portanto, seu êxito pessoal depende da capacidade que você desenvolve para "escutar" e aprender a identificar os sinais que seu Cérebro lhe envia.


Na medida em que suas decisões e suas ações estejam em sintonia com seus neurônios, mais cheia será sua vida.

Os avanços da neurociência nos últimos vinte anos permitem saber um pouco mais sobre o funcionamento do Cérebro humano, que é como uma máquina extremamente complexa dotada de um circuito de conexões entre distintos grupos de neurônios.

A doutora em psicologia Katherine Benziger é uma pesquisadora norte-americana de renome.


Ela sustenta que o Cérebro tem quatro famílias de habilidades ou de aptidões distintas.

Cada Cérebro possui todas as quatro, mas somente uma funciona como líder em cada indivíduo.

A Ponte ou protuberância


Localiza-se abaixo do Cérebro, diante do cerebelo e acima do bulbo. como o próprio nome indica, a ponte serve de passagem de impulsos nervosos que vão ao Cérebro.


A ponte está também relacionada com reflexos associados às emoções, como o riso e as lágrimas.

O Cérebro situa-se no interior da caixa craniana.


Possui mais de dez bilhões de neurônios e pesa menos do que 1,5 kg.


Regula muitas atividades inconscientes, como sonhar, por exemplo.


Ao mesmo tempo, destaca-se por regular atividades que requerem o máximo da consciência: aprender, pensar, criar, memorizar etc.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...