domingo, 6 de março de 2011

Quem é rico?



Como tinham razão nossos sábios quando respondiam à pergunta "Quem é realmente rico?" com "Aquele que está contente com o que possui!"

Desde a Criação do homem estamos enfrentando esta situação.

O episódio do Jardim do Éden é por demais conhecido.

Todas as árvores frutíferas e tudo o que havia no Paraíso foi desprezado. Adam e Chava não conseguiam aproveitar nada do Jardim do Éden, enquanto seus pensamentos se concentravam na árvore do Conhecimento, que lhes fora negada.

Este não é sem dúvida um incidente isolado e extraordinário.

É a história do homem desde seus primórdios. É o que afeta a cada um de nós e muitas vezes nos afasta de nossos filhos.

Conta-se a esse respeito que uma pessoa colocou certa vez uma placa num terreno baldio com os dizeres:

"Darei esta propriedade a quem estiver realmente satisfeito".

Um rico fazendeiro ao passar de carro, leu o aviso. Parou e pensou na possibilidade de também poder vir a possuir este lote, como qualquer outra pessoa o teria feito. Dirigiu-se ao proprietário exlicando o motivo de sua vinda.
"Você está realmente satisfeito?" - pergunta-lhe este.
"Sim, tenho tudo de que necessito e estou plenamente satisfeito, responde o fazendeiro.
Amigo, se você já está satisfeito, por que deseja então meu lote?"

A maioria de nós precisa perceber que a satisfação não se encontra nos objetos, mas sim nas atitudes: "ser feliz com o que temos e não nos deixar levar pelo que não possuímos."

A alegria não reside no fato de mudar-se de uma casa para uma casa maior; trocar um carro usado por um zero km ou deixar a cidade pelo campo.

É aquilo que existe dentro de nossos corações que faz da vida um jardim do Éden, um Paraíso ou um inferno.

Shimon ben Zomá


Fonte:
Beit Chabad
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...