segunda-feira, 28 de março de 2011

Técnica de yoga alivia sintomas do estresse em cinco minutos!



Yoga: Entenda esta filosofia de vida e de saúde


"Praticando regularmente a “técnica do corpo oco”, você perceberá que os antigos obstáculos desaparecem e que você responde de uma maneira mais alerta, aos diferentes pedidos da vida. Alem de livrar-se do estresse, você será capaz de incentivar as forças de recuperação que estão dentro de você"

Uma das técnicas mais eficazes para livrar-se do estresse, das tensões acumuladas no corpo e na mente consiste em visualizar o corpo como um oco!


Como se o corpo fosse vazio. Como se fosse uma forma para bolo, cheia de espaço transparente, cristalino. O espaço visualizado dentro da forma nem é sólido, nem é vazio, trata-se de um espaço onde as sensações e os sentimentos podem ir e vir livremente.


O truque é sentir essa abertura, esse espaço. É chegar à sensação que nesse espaço não existe obstáculo, solidez e nem densidade.


Essa prática simplíssima foi usada durante milênios a tal ponto, que hoje os médicos encontram nessa técnica um meio fácil de aperfeiçoar certas funções fisiológicas e de aumentar a coordenação do conjunto corpo/espírito.


Você está pronto?


Podemos começar sentado numa posição confortável com as costas alinhadas. Quando você se sentir tranquilo e em paz consigo mesmo, leve a atenção para sua respiração.


Princípio essencial para ser lembrado antes de começar: todas as respirações são feitas pelas narinas.


- Inspirando, leve sua atenção para a cabeça e imagine-a repleta de uma neblina luminosa e transparente.


- Expirando, imagine que você esteja dissolvendo a sensação de densidade e de solidez nessa região do corpo, tornando-se totalmente transparente como se fosse um espaço aberto sobre um universo amigável e maravilhoso.


- Tenha consciência das sensações e das vibrações indo e vindo nesse mesmo espaço aberto.


- Numa próxima inspiração, preste atenção à nuca, ao pescoço, e sinta essa região do corpo repleta dessa substância cristalina e transparente que tem capacidade de se mesclar com a atmosfera exterior, amigável e maravilhosa.


- Gradativamente, passe para outra região do corpo, até que sua imaginação tenha percorrido o corpo todo: deixe a expiração transformar num espaço aberto, seus ombros, braços, mãos, peito, ventre, quadril, pernas e pés.


- Com cada expiração, sinta, observe cada região do corpo se tornando um espaço aberto às vibrações maravilhosas do universo em volta. Você e o Universo se tornam um só. As fronteiras entre o dentro e o fora se apagam.


- Sinta a paz que vem da fusão com o universo.


- Agora permaneça nessa sensação de “corpo oco”, focado só na sensação. É inútil raciocinar ou querer pensar. Ficar nessa sensação de “espaço aberto” é mágico. Esse tempo especial lhe ajudará a voltar à calma e à paz interior que cura.


Às vezes, existem certas partes do corpo que resistem à visualização. A razão é que cortamos nossa atenção dessas partes com feridas, cicatrizes, traumas e cirurgias. Ativar novamente essas regiões “dormentes” de você permitirá que a energia circule e também que se livre dos bloqueios, tanto físicos quanto psíquicos.


Se nós sustentarmos a hipótese que o corpo integra todas as experiências na memória das células, podemos acreditar que estar atento às sensações estimula a fluidez das energias nervosas, sanguíneas, linfáticas ou prânica ( ou seja, o somatório de todas as energias que promovem a vida dentro e fora do ser humano).

Essas partes do corpo que podemos sentir “resistentes” à visualização podem ao longo do tempo tornar-se focos ou “pontos de partida” de doenças.


Com a prática, você poderá com facilidade imaginar e sentir seu corpo todo, da cabeça aos pés, aberto, unificado e vibrando com a luz. Em um belo dia, você sentirá que não existe mais obstáculo à progressão de sua consciência em cada parte do corpo.


Ao longo dos dias, você será capaz de unir sua mente conscientemente a cada parte do seu corpo e criar uma sensação formidável de solidez, consistência e integração.


Treinando dessa forma, você poderá gradativamente encurtar o exercício, para só ficar com o essencial: uma só respiração unificadora que lhe tornará capaz de realizar a integração.


Os benefícios dessa prática são maravilhosos, principalmente nos níveis mais sutis de nosso ser. “Contagiam” nosso dia a dia com mais equilíbrio e bem-estar. O espírito, aos poucos, impregna cada célula do corpo. Assim, seu corpo estará também mais atento à comunicação com o espírito, garantindo uma saúde melhor graças ao poder da autocura pela visualização e imaginação.


Lembro a respeito que estudos hoje comprovam que o ato imaginado é capaz de modificar as células. O ato imaginado, quando feito com atenção e concentração, modifica tanto os caminhos neuronais como cada parte do corpo que queremos melhorar ou curar, seja músculo, órgão ou esqueleto.


Praticando regularmente a “técnica do corpo oco”, você perceberá que os antigos obstáculos desaparecem e que você responde de uma maneira mais alerta, aos diferentes pedidos da vida.

Alem de livrar-se do estresse, você será capaz de incentivar as forças de recuperação que estão dentro de você. E bom treinar porque na hora que precisar, você já estará pronto!


Por Nicole Witek

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...