quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Mantra: OM MANI PADME HUM de Kwan Yin (Kuan Yin)

Desenho de Ricardo Ribeiro Machado

Mantra OM MANI PADME HUM

Budistas tibetanos acreditam que ouvindo ou entoando o mantra - Om Mani Padme Hum – para si próprios estão invocando a presença de Chenrezig, ou Avalokitesvara, ou Kwan Yin, o bottisatwa do perdão e da compaixão.

Tal como Kwan Yin desce ao mundo, e como cada raio de sua compaixão é semelhante a uma mão auxiliadora estendida aos que necessitam de ajuda, assim cada sílaba do seu mantra está repleta com a força e a devoção do seu Amor.

Por isso - OM MANI PADME HUM corporifica a mensagem feliz da liberação, do amor para todos os Seres Viventes, e do Caminho que conduz à Realização Final.

Vendo o mesmo mantra escrito, dizem que produz o mesmo efeito. Este é o mantra mais conhecido e praticado.

É lido da esquerda para direita.

O mantra originado da India foi levado ao Tibet e a pronúncia sofreu certa mudança porque a língua sânscrita indiana apresenta alguma dificuldade na pronuncia dos tibetanos.

Forma Sânscrita      Om Mani Padma Hum     Mantra de Avalokitesvara
FormaTibetana        Om Mani Peme Hung      Mantra de Sherenzig

Encontra-se o mantra Om Mani Padme Hum escrito nas duas formas, na forma Tibetana e na forma Rajana (India):






As pessoas que se sentem atraídas por esse mantra querem logo descobrir uma tradução simples para nossas línguas do ocidente.

Entretanto o mantra Om Mani Padme Hum não pode ser traduzido numa única frase, ou mesmo em algumas sentenças.

Bem simplificadamente podemos compreedê-lo como : “Veja ! A jóia do lótus”.

A lótus foi a primeira flor trazida à Terra e é o padrão divino da presença EU SOU.


Fonte:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...