domingo, 4 de dezembro de 2011

O Santo Graal


O Santo Graal não é um cálice. O Santo Graal tem tudo a ver com poder, sim, mas com o poder de mudar o mundo, no sentido mais vasto.

À conta de procurarem o poder pessoal, os homens percorreram caminhos longos, trilharam longas estradas em busca de matéria, e como se tratava de matéria, nada encontraram. Como queriam o poder na matéria, nunca o encontraram.

O poder de que lhes falava era muito mais vasto, muito mais amplo e muito mais universal. Falo do poder de libertar o homem da sua própria sombra.

Falo do poder de reconhecer num homem um emaranhado de energia vinda de outras eras. Falo da liberdade final do ser humano. Falo do poder, sim, de ajudar um irmão que se encontra detido numa prisão etérea de informações póstumas.

Tudo isto ainda é muito complicado, mas fica com esta ideia. O Santo Graal não é um cálice. O Santo Graal, na realidade, é um poder concedido pelos céus àqueles que prescindem da matéria e sobem, sobem muito alto para alcançar esta sabedoria.

A Alma Iluminada
Alexandra Solnado
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...