sexta-feira, 30 de novembro de 2012

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

...viver a imaginação...


"Não se curem além da conta. 
Gente curada demais é gente chata. 
Todo mundo tem um pouco de loucura. 
Vou lhes fazer um pedido: 
vivam a imaginação, 
pois ela é a nossa realidade mais profunda. 
Felizmente, eu nunca convivi 
com pessoas muito ajuizadas" 

Nise da Silveira

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Hoje: 28 de novembro eclipse lunar


Um eclipse lunar penumbral ocorrerá no dia 28 de novembro de 2012, o segundo deste ano. 

Será visível no leste da Ásia, na Austrália e no oeste da América do Norte. Não será visível no Brasil. É um eclipse da série Saros 145. 

Um eclipse é um fenômeno de rara beleza, privilégio dos seres que habitam o Planeta Terra, é o resultado de uma interessante coincidência entre as dimensões do nosso satélite natural, a Lua, e a distância à nossa estrela, o Sol. 

A Lua tem um diâmetro de aproximadamente 3.476 km e encontra-se a uma distância média de 384.400 km da Terra. 

O Sol, que tem um diâmetro de 1.392.000 km (cerca de 400 vezes maior do que a Lua), fica a uma distância de 150 milhões de km, ou seja, aproximadamente 400 vezes mais distante do que a Lua. 

Como consequência, os diâmetros aparentes do Sol e da Lua, vistos a partir da Terra são muito próximos. 

Um eclipse ocorre sempre que a Terra, a Lua e o Sol estão perfeitamente alinhados. 

Para que o Eclipse Lunar ocorra, é necessário um alinhamento perfeito entre a Terra, a Lua e o Sol. Se todo este alinhamento especial acontecer quando a Terra está entre o Sol e a Lua, observando-se a fase lunar de Lua cheia, acontece um eclipse lunar total.

Veja também:


http://sandralage.blogspot.com.br/2012/11/eclipse-solar-hoje-13-de-novembro.html


E também:


http://eclipse.gsfc.nasa.gov/OH/OHfigures/OH2012-Fig06.pdf


http://eclipse.gsfc.nasa.gov/OH/OH2012.html


http://www.cdcc.usp.br/cda/eventos/index.html






ECLIPSES / SIGNIFICADO PELA ASTROLOGIA

Os astrólogos desde os primórdios da tradição desta ciência, sempre foram apaixonados pelos Eclipses e lhes deram os mais variados significados. Historicamente se atribuiu aos Eclipses desgraças, catástrofes e eles sempre despertaram muitos temores. 

Os astrólogos contemporâneos continuam dando destaque e prestando muita atenção a este fenômeno celeste. No entanto, extraíram deles todo o caráter trágico e dramático, como convém ao homem contemporâneo. 

A origem da palavra Eclipse, vem do grego que significa Desmaio. O seu significado mais essencial portanto deriva do próprio nome: ocultamento, perda de luz. Astronomicamente, o fenômeno ocorre quando um corpo celeste é ocultado parcialmente ou totalmente por outro. Para que isso ocorra três astros precisam estar próxima ou completamente alinhados. Nunca devemos estar “por um fio”, assoberbados ou sem espaço de manobra nas proximidades de um eclipse. O que estiver sob muita pressão irá transbordar ou se romper. Todo eclipse decide algo. 

O melhor modo de se preparar para este fenômeno é eliminar aquilo que não queremos que se mantenha, criando espaço para acontecimentos surpreendentes em todos os setores da nossa vida. 

Eclipse Lunar: Ocorre na Lua Cheia, quando o Sol, a Lua e a Terra estão alinhadas entre si com exatidão. A Lua está completamente imersa na sombra umbral da Terra. Neste tipo de Eclipse a Terra se interpõe entre o Sol e a Lua. 

Como a Lua não tem luz própria, seu brilho vem da luz refletida pelo Sol. Quando a Terra passa entre os dois, impede que a luz do Sol chegue à Lua e ela fica escura. A forma redonda que vemos avançando sobre a Lua é a sombra da Terra. 

No Eclipse Lunar, a sombra que a Terra está projetando sobre a Lua, naquele instante, é vista de forma idêntica por todos que observam da superfície da Terra. 

O Eclipse Lunar provoca um confronto entre passado e futuro, mas é o futuro que deve vencer. Hábitos, apegos e experiências baseadas em comportamentos já conhecidos devem ser substituídos e dar vez a novas direções. O impulso para novas tentativas e possibilidades deve nos guiar e nos libertar de erros e pesos de experiências anteriores. O que não aconteceu até agora e era apenas uma remota possibilidade tende a nos surpreender. Todo potencial pode emergir e tem força para se realizar num futuro próximo. 

O Eclipse tem uma natureza imprevista e seus efeitos são inesperados. Podemos ser pegos numa crise e termos que dedicar total atenção a ela. Portanto, nunca devemos estar no limite de uma situação nas proximidades de um Eclipse. Devemos sempre ter alguma folga e espaço de manobra para podermos lidar com assuntos que emergem na vigência deste fenômeno. 

Os significados básicos do Eclipse são: 

Ocultamento
Esquecimento 
Crise e intensificação  
Aceleração e precipitação 
Inversão 
Mudanças bruscas e inesperadas 

Os pontos ou assuntos tocados pelos Eclipses atingem seu estado crítico. Uma influência do Eclipse, por mais difícil, pode ser a mola que nos impulsione a libertar padrões que impediam um maior desenvolvimento e a busca de experiências novas. Idéias, 'insight', flashes, oportunidades e mesmo pessoas podem surgir inesperadamente em nossas vidas e despertar possibilidades e interesses que estavam inconscientes ou adormecidos. 

Os Eclipses, portanto, podem provocar momentos de extraordinária "visão". Aparece uma idéia, um tema ou um 'insight' que dominam o nosso pensamento durante um Eclipse. Essa visão representa um momento de extrema clareza e entendimento. 

O que é percebido, conscientizado ou sentido, aqui, pode levar meses para ser reconhecido ou digerido. Esta visão, no entanto, representa um daqueles momentos da vida onde nós vemos uma verdade intrínseca sobre nossas vidas ou sobre a VIDA. Este privilégio evoca uma mensagem que domina nossa consciência por meses, mesmo depois do Eclipse. O tema que ocupa nossas mentes, surgido durante este período, pode produzir mudanças espetaculares em nossa consciência. 

O Eclipse Lunar (Lua Cheia) traz sempre uma experiência de despertar e um acontecimento incomum. 

O Eclipse Lunar provoca uma carga adicional nas nossas emoções. Devido à intensidade das emoções e sentimentos que surge, podemos tentar buscar apoio e segurança que são ilusórios. Durante a vigência do Eclipse passamos por uma limpeza. Finalizações, encerramentos, perdas de coisas podem ocorrer. 

Como os Eclipses estão simbolicamente associados à idéia de ocultamento, esquecimento, ocorre uma espécie de desligamento da memória. As pessoas alteram atitudes, consciência e disposição sem se dar conta. Alguma idéia, circunstância, valor, sentimento ou até mesmo uma pessoa podem desaparecer ou cair no esquecimento. Como se a lembrança do que veio antes se apagasse. É uma espécie de suspensão. É como se alguma situação pudesse ser engolida pelo eclipse e caísse no vácuo da escuridão. A sensação é descrita pelas pessoas como uma "puxada de tapete". 

Podemos ser forçados a nos livrar de atitudes, comportamentos, atividades ou pessoas que já foram muito importantes para nós. Crises podem se agravar afetando profundamente o relacionamento com outras pessoas. 

Como se preparar para um Eclipse Lunar 

Primeiro, devemos criar mais espaço para nós mesmos, para lidar com as emoções que estão nos afligindo, pois, o nosso mundo interior está bastante afetado. 

Segundo, devemos dar prioridade às atividades mais concretas, que nos dêem chão e nos coloquem em contato com a realidade. Aquelas que provoquem mais sobrecarga e estímulo para a nossa vida psíquica devem ser evitadas. 

Qualquer Eclipse traz situações inesperadas. A melhor preparação é abrir espaço para confrontar o que vier, para evitar um acúmulo de estresse que ocorre sempre quando já estamos vivemos um esquema de vida muito apertado, intenso e sobrecarregado.

Por Marcia Mattos

Fonte:
http://www.marciamattos.com.br/mm/livrodalua/eclipses.asp






O que é um Eclipse Lunar?

O eclipse lunar é um fenômeno astronômico que ocorre toda vez que a terra fica entre o sol e a lua, exatamente na linha de intersecção de sua órbita com a da lua, a chamada “linha dos nodos”, e sempre que a lua está na fase de lua cheia ou na fase de lua nova. Quando isso ocorre, a lua entra na chamada zona de “umbra” (ou sombra), ou “penumbra” da terra e fica totalmente ou parcialmente invisível durante alguns minutos. 

Para entender melhor: imagine que você pegou uma bola e acendeu uma lanterna na direção dela. A sombra que irá se formar atrás da bola terá uma parte mais clara e outra mais escura. A parte mais escura terá o formato de um cone com a base na bola, e a parte mais clara terá o formato de um cilindro, também com a base (menor) na bola, em volta do cone. O cilindro, ou a região mais clara, é chamado de “penumbra”, espaço de meia sombra que recebe um pouco de luz, e a parte mais escura, o cone, é chamada de “umbra”, parte que não recebe nenhuma luz, completamente escura. 

Com qualquer corpo redondo do sistema solar ocorre o mesmo efeito, e no eclipse lunar também. É como se a lanterna fosse o sol, a bola fosse a terra e a lua estivesse na região do cone, ou “umbra”. Por isso que não conseguimos vê-la durante o eclipse. 

Acontece que a lua, de acordo com a inclinação de sua órbita, pode passar apenas perto da região de “umbra”, causando um eclipse parcial, ou mesmo um eclipse “penumbral” quando ela apenas atravessa a região de penumbra. Este último não pode ser percebido a olho nu, porque a lua permanece praticamente com o mesmo brilho. 

A principal diferença do eclipse lunar e do eclipse solar, que pode ser percebida por nós, é que o eclipse lunar pode ser avistado de qualquer parte do hemisfério terrestre que estiver voltado para a lua. Já um eclipse solar só pode ser avistado do chamado “caminho do eclipse”, que é o caminho que a “umbra” da lua (a ponta do cone) percorre na superfície terrestre quando a lua se encontra entre o sol e a terra. 

Outra diferença é que os eclipses solares costumam durar apenas cerca de 7 minutos, enquanto que o eclipse lunar pode durar até pouco mais de 3 horas, mas a fase total dura cerca de 1h.

Por Caroline Faria

Fonte:

Caminhos...


Num bosque amarelo dois caminhos se separavam, 
E lamentando não poder seguir os dois 
E sendo apenas um viajante, 
fiquei muito tempo parado. 

E olhei para um deles tão distante quanto pude 
Até onde se perdia na mata; 
Então segui o outro, 
como sendo mais merecedor, 
E tendo talvez melhor direito, 
Porque coberto de mato e querendo uso. 

Embora os que lá passaram 
Os tenham percorrido igualmente de igual forma, 
E ambos ficaram esta manhã 
Com folhas que passo nenhum pisou. 

Oh, guardei o primeiro para outro dia! 

Embora sabendo como um caminho leva para longe, 
Duvidasse que algum dia voltasse novamente. 

Direi isto suspirando 
Em algum lugar, 
daqui a muito e muito tempo: 
Dois caminhos se separaram entre um bosque e eu… 
Eu escolhi o menos percorrido. 

E isso fez toda a diferença.

Por Robert Frost

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Dez Apontamentos para a Paz


O serviço da paz 

1º. Aprenda a desculpar infinitamente para que os seus erros, à frente dos outros, sejam esquecidos e perdoados. 

 2º. Cale-se, diante do escárnio e da ofensa, sustentando o silêncio edificante, capaz de ambientar-lhe a palavra fraterna em momento oportuno. 

 3º. Não cultive desafetos, recordando que a aversão por determinada criatura é, quase sempre, o resultado da aversão que lhe impuseste. 

 4º. Não permita que o egoísmo e a vaidade, o orgulho e a discórdia se enraízem no seu coração, lembrando que toda a idéia de superestimação dos próprios valores é adubo nos espinheiros da irritação e do ódio. 

 5º. Perante o companheiro que se rendeu às tentações de natureza inferior, deixe que a compaixão lhe ilumine os pontos de vista, pensando que, em outras circunstâncias, poderia você ocupar-lhe a indesejável situação e o lugar triste. 

 6º. Não erga a sua voz demasiado e nem tempere a sua frase com fel para que a sua palavra não envenene as chagas do próximo. 

 7º. Levante-se, cada dia, com a disposição de ser sem a preocupação de ser servido, de auxiliar sem retribuição e cooperar sem recompensa, para que a solidariedade espontânea te favoreça com os créditos e recursos da simpatia. 

 8º. Esqueça a calúnia e a maledicência, a perversidade e as aflições que lhe dilaceram a alma, entendendo nas dores e obstáculos do mundo as suas melhores oportunidades de redenção. 

 9º. Lembre-se de que os seus credores estão registrando a linguagem de seus exemplos e perdoar-lhe-ão as faltas e os débitos, à medida que você se fizer o benfeitor desinteressado de muitos. 

 10º. Não julgue que o serviço da paz seja mero problema de boca, mas, sim, testemunho de amor e renúncia, regeneração e humildade da própria vida, porque, somente ao preço de nosso próprio suor, na obra do bem, é que conseguiremos reconciliar-nos, mais depressa, com os nossos adversários, segundo a lição do Senhor. 

Fonte: Livro: Mentores e Seareiros  
André Luiz e Francisco Cândido Xavier

Dalai Lama / As Quatro Nobres Verdades

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

...chance...


"Se no teu coração um paraíso 
não puderes encontrar,
não existe chance alguma 
de algum dia 
nele entrar" 

Angelus Silésius

domingo, 25 de novembro de 2012

Cérebro: o papel dos Biofótons na mente


Estudos científicos evidenciam que as células e os neurônios produzem e negociam com biofótons. 

Vários trabalhos científicos demonstram que os neurônios emitem, conduzem e recebem fótons. 

Os biofótons e a capacidade de sincronização da mente. 

Nos últimos anos, um crescente número de trabalhos mostram evidências científicas do papel que os fótons tem no funcionamento básico dos neurônios e em geral das células do organismo humano. A maior parte desta evidência provem de produzir um “apagão de laboratório” e proceder ao cômputo de fótons que os neurônios produzem. 

A surpresa, para muitos cientistas, tem sido comprovar como a produção de luz era realizada pela maioria das células, enquanto gestionam suas funções no organismo. Mas, o que realmente tem sido uma verificação interessante é comprovar como a maioria das células utilizam a luz para se comunicar, existindo evidências nas plantas, nas bactérias e nos neurônios de que se comunicam pela transmissão de fótons. 

Os neurônios constituem um marco de estudo excepcional, já que a produção, transmissão e comunicação fotônica já têm sido verificada em diversos experimentos de laboratório. Os estudos concluem que a comunicação fotônica se realiza mediante os microtubos e que a produção de aminoácidos é crucial no processo de comunicação e coordenação das funções cerebrais e motrizes com o restante dos mecanismos do cérebro. 

Em busca da verificação da produção de biofótons e a comunicação celular biofotônica, corresponde analizar a capacidade de absorção de luz por parte dos tecidos e sua interação nos processos da ionogenomática. A verificação do experimento dos biofótons, implicaria a validação do modelo ionogenomático. 

Estudo: Emission of Biophotons and Neural Activity of the Brain

Marcelo Gleiser explica a Partícula de Deus / Bóson de Higgs / Parte 1

sábado, 24 de novembro de 2012

Quem sou eu?



"Eu sou quem quer que você pense que eu sou,
porque isso depende de você.

Se você olhar para mim num vazio total,
eu serei de uma maneira.

Se olhar para mim com idéias na mente,
essas idéias vão me colorir.

Se se aproximar de mim com preconceito,
então serei de outra maneira.

Eu sou apenas um espelho.

A sua face será refletida nele.

Assim,
depende da maneira como me olha.

Eu desapareci completamente;
portanto,
não posso impor a você quem sou.

Nada tenho para impor.

Existe apenas um vácuo,
um espelho.

Agora você tem completa liberdade.

Se quiser realmente saber quem sou,
você precisa estar
tão absolutamente vazio quanto eu.

Desse modo,
dois espelhos estarão um diante do outro,
e só o vazio será refletido.

Um vazio infinito será refletido:
dois espelhos se olhando.

Mas se existir em você alguma idéia,
então,
você verá sua própria idéia em mim."

Autor Desconhecido

Centrality of Compassion in Human Life and Society

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Endereço do Papai Noel - Pai Natal / Capricha na cartinha e nos pedidos!



Representação moderna da figura de Pai Natal (português europeu) ou Papai Noel (português brasileiro) ("Noël" é natal em francês) é uma figura lendária que, em muitas culturas ocidentais, traz presentes aos lares de crianças bem-comportadas na noite da Véspera de Natal, o dia 24 de dezembro, ou no Dia de São Nicolau (6 de dezembro).

A lenda pode ter se baseado em parte em contos hagiográficos sobre a figura histórica de São Nicolau. Uma história quase idêntica é atribuída no folclore grego e bizantino a Basílio de Cesareia. O Dia de São Basílio, 1º de janeiro, é considerado a época de troca de presentes na Grécia.


Enquanto São Nicolau era originalmente retratado com trajes de bispo, atualmente Papai Noel é geralmente retratado como um homem rechonchudo, alegre e de barba branca trajando um casaco vermelho com gola e punho de manga brancos, calças vermelhas de bainha branca, e cinto e botas de couro preto. Essa imagem se tornou popular nos EUA e Canadá no século XIX devido à influência do caricaturista e cartunista político Thomas Nast. Essa imagem tem se mantido e reforçado por meio da música, rádio, televisão e filmes.


Conforme a lenda, Papai Noel mora no extremo norte, numa terra de neve eterna. Na versão americana, ele mora em sua casa no Polo Norte, enquanto na versão britânica frequentemente se diz que ele reside nas montanhas de Korvatunturi na Lapônia, Finlândia. Papai Noel vive com sua esposa Mamãe Noel, incontáveis elfos mágicos e oito ou nove renas voadoras. Outra lenda popular diz que ele faz uma lista de crianças ao redor do mundo, classificando-as de acordo com seu comportamento, e que entrega presentes, como brinquedos ou doces, a todos os garotos e garotas bem-comportados no mundo, e às vezes carvão às crianças malcomportadas, na noite da véspera de Natal. Papai Noel consegue esse feito anual com o auxílio de elfos, que fazem os brinquedos na oficina, e das renas que puxam o trenó.


O personagem foi inspirado em São Nicolau Taumaturgo, arcebispo de Mira na Turquia, no século IV. Nicolau costumava ajudar, anonimamente, quem estivesse em dificuldades financeiras. Colocava o saco com moedas de ouro a ser ofertado na chaminé das casas. Foi declarado santo depois que muitos milagres lhe foram atribuídos. Sua transformação em símbolo natalino aconteceu na Alemanha e daí correu o mundo inteiro.

O Papai Noel ou Pai Natal da Lapônia

Nos países do norte da Europa, diz a tradição que o Papai Noel não vive propriamente no Pólo Norte, mas sim na Lapônia, mais propriamente na cidade de Rovaniemi, onde de fato existe o "escritório do Papai Noel" bem como o parque conhecido como "Santa Park", que se tornou uma atração turística do local.

Criou-se inclusive um endereço oficial como a residência do Papai Noel:


Santa Claus
FIN-96930 Arctic Circle
Rovaniemi - Finlândia

Ou acesse:
www.santaclausoffice.fi/

Em função disso, a região de Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se auto-declarou como a "residência de verão" do Papai Noel. Há ainda, na cidade de Gramado-RS, a Aldeia do Papai Noel, aqui no Brasil.


As renas do Papai Noel ou do Pai Natal

As renas do Papai Noel ou de o Pai Natal são as únicas renas do mundo que sabem voar, ajudando o Papai Noel ou o Pai Natal entregar os presentes para as crianças do mundo todo na noite de Natal. Quando o Papai Noel ou o Pai Natal pede para serem rápidas, elas podem ser as mais rápidas renas do mundo. Mas quando ele quer, elas tornam-se lentas. O mito das renas foi inventado na Europa, no século XIX.


A quantidade de renas que puxam o trenó é controversa, tudo por causa da rena conhecida como Rudolph. Existe uma lenda que diz que Rudolph teria entrado para equipe de renas titulares por ter um nariz vermelho e brilhante, que ajuda a guiar as outras renas durante as tempestades. E, a partir daquele ano, a quantidade de renas passou a ser nove, diferente dos trenós tradicionais, puxados por oito renas. Tal lenda foi criada em 1939 e retratada no filme Rudolph, a Rena do Nariz Vermelho (1960 e 1998).


O nome das renas, em inglês são: Rudolph, Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donner e Blitzen. E em português são: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago.


A agência que controla o espaço aéreo americano (North American Aerospace Defense Command) também instalou um "Santa Tracker" ("Rastreador de Santa" Claus) em sete idiomas, onde se pode ver a localização atual e as próximas paradas de Papai Noel, acompanhado de suas legendárias renas. O programa de rastreamento do Papai Noel pela agência é uma tradição que data de 1955, quando um anúncio no jornal Colorado veio com o número telefônico para conectar as crianças com o bom velhinho e algumas chamadas, por erro, caíram numa linha da Norad.

Nome do Papai Noel em vários países




Alemanha: Nikolaus


Argentina, Colômbia, Espanha, Paraguai , Peru e Uruguai: Papá Noel


Brasil: Papai Noel


Chile: Viejito Pascuero


Croácia: Djed Mraz


Dinamarca: Julemanden


Eslovénia: Božiček


Estados Unidos / México: Santa Claus


Finlândia: Joulupukki


França: Père Noël


Itália: Babbo Natale


Japão: サンタクロース


Macedônia: Dedo Mraz


Países Baixos: Kerstman


Portugal: Pai Natal


Reino Unido: Father Christmas


Rússia: Ded Moroz


Suécia: Jultomte

Fonte:
wikipédia

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

...alternativas...


''Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. 
Não opte pelo conveniente, 
pelo confortável, 
pelo respeitável, 
pelo socialmente aceitável, 
pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar. 
Opte pelo que gostaria de fazer, 
apesar de todas as consequências.
Desenvolver-se significa 
mover-se a cada momento 
mais profundamente 
no princípio da vida; 
significa afastar-se da morte 
- não ir na direção da morte. 
Quanto mais profundo você vai para dentro da vida, 
mais entende a imortalidade dentro de você. 
Você está se afastando da morte: 
chega a um momento em que você pode ver 
que a morte não é nada, 
apenas um trocar de roupas ou trocar de casas, 
trocar de formas - nada morre, 
nada pode morrer. 
A morte é a maior ilusão que existe.
A vida deveria ser uma celebração contínua, 
um festival de luzes por todo o ano. 
Somente então você pode se desenvolver, 
você pode florir. 
Transforme pequenas coisas em celebração. 
Tudo o que você faz deveria expressar a si próprio; 
deveria ter a sua assinatura. 
Então, a vida se tornará uma celebração contínua.'' 

Osho

Recibiendo Prosperidad / Louise Hay

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Voce é feliz?


"Pessoas felizes lembram o passado com gratidão, 
alegram-se com o presente 
e encaram o futuro sem medo." 

Epicuro de Samos

terça-feira, 20 de novembro de 2012

...noites sem estrelas...


"Mesmo as noites sem estrelas 
podem anunciar 
a aurora de uma grande realização" 

 Martin Luther King

Dia da Consciência Negra


Gal Costa / Beleza Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte de africanos para o solo brasileiro (1594). 

Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

...a alegria de ser criança...

A criança que fui chora na estrada. 
Deixei-a ali quando vim ser quem sou; 
Mas hoje, vendo que o que sou é nada, 
Quero ir buscar quem fui onde ficou. 

Ah, como hei-de encontrá-lo? Quem errou 
A vinda tem a regressão errada. 
Já não sei de onde vim nem onde estou. 
De o não saber, minha alma está parada. 

Se ao menos atingir neste lugar 
Um alto monte, de onde possa enfim 
O que esqueci, olhando-o, relembrar, 

Na ausência, ao menos, saberei de mim, 
E, ao ver-me tal qual fui ao longe, achar 
Em mim um pouco de quando era assim.

Fernando Pessoa

Auguste de Saint-Hilaire / Herbário


Auguste François Cesar Prouvençal de Saint-Hilaire chegou ao Rio de Janeiro em junho de 1816. 

Durante seis anos, percorreu os Estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, além do rio da Plata e a Província de Missiones na Argentina e parte leste do Paraguai, retornando à Europa em setembro de 1822. 

As viagens de Saint-Hilaire resultaram na coleta de cerca de 30 mil exemplares, dos quais seis a sete mil espécies foram de plantas. 

As amostras foram criteriosamente catalogadas e enumeradas nos cadernos de coletas de campo. 

As espécies de autoria de Saint-Hilaire estão descritas nos três volumes da Flora brasiliae meridionalis (1825, 1829 e 1832-1833) e os exemplares botânicos correspondentes estão depositados no Herbário de Paris do Muséum National d'Histoire Naturelle e da universidade de Montpellier e de Clermont-Ferrand, França. 

Entretanto nunca houve um resgate completo das correspondências destas exsicatas com os dados citados na Flora brasiliae meridionalis e, menos ainda, com as importantes observações constantes nos cadernos de coleta de Saint-Hilaire.

Visite:

Herbário Virtual A. de Saint-Hilaire

http://hvsh.cria.org.br/history

Mônica e Cebolinha em: Um dia no circo

domingo, 18 de novembro de 2012

Auto-transformação


"Se queres acordar toda a humanidade,
então, acorda-te a ti mesmo,
se queres eliminar o sofrimento no mundo,
então, elimina a escuridão e a negatividade em ti mesmo.
Na verdade, a maior dádiva que podes dar ao mundo,
é a da tua própria auto-transformação."

Lao Tsé

sábado, 17 de novembro de 2012

Tradições Nativas: a palavra


O saber sagrado das tradições nativas foi passado de geração em geração, através da tradição oral. 

Talvez seja por isso que esses povos respeitam tanto o dom da palavra ao reunirem-se em conselho em torno da grande fogueira para compartilhar seus ensinamentos e suas histórias. 

No nosso modo de ver, a palavra é um dom que vem direto do Grande Espírito. 

Por meio dela, nós temos o dom de criar. 

É através da palavra que nós manifestamos tudo. 

Independente da língua que falamos, nosso intento se manifesta por intermédio da palavra. 

Tudo que sonhamos, sentimos e o que somos é manifestado mediante a palavra. Ela não é simplesmente um som ou um símbolo escrito. 

A palavra é o poder que todos nós temos para comunicarmos, expressarmos e pensarmos, criando assim os eventos de nossa vida diária. 

A palavra é a mais poderosa de todas as ferramentas que nós possuímos. 

Através dela pode ser realizada a guerra ou selada a paz. 

Devemos ficar alerta para conhecer essa dualidade que existe no dom da palavra, dependendo de como ela é usada, ela pode nos libertar ou nos acorrentar. 

Não adianta termos esse conhecimento e não sabermos usa-lo com sabedoria. 

Devemos dizer apenas aquilo em que acreditamos, procurando usar este poder de nossa palavra na direção da verdade e do amor, como os grandes guerreiros dos povos-vermelhos sempre o fizeram. 

Dã Nãho! 



"Mistérios, mistérios do Caminho Sagrado que nos levam de volta a um mundo encantado, onde os sonhos fazem sentido, e os segredos se fazem expostos, onde a sabedoria de um povo antigo, ressurge límpida, lúcida e forte. Cá estamos, em meio ao despertar sagrado de cada dia do tempo eterno. Legal! Semana passada eu habitava o Pleno Vazio do Tempo Eterno." 
Guerreiro desconhecido (1999) 

"A Terra é a Mãe de todos e todos os homens deveriam ter direitos iguais para se nutrir d'Ela. Esperar que um homem nascido em liberdade possa aceitar ser confinado ou proibido de ir aonde quiser é tão impossível quanto esperar que os rios corram ao contrário." 
Joseph (1830-1904) Chefe da tribo Nez Percé 

"Eu sou o vento que viaja de uma direção para outra, carregando e distribuindo as sementes da vida. Feito a neve, as minhas sementes desaparecem na terra reaparecendo sob uma nova forma. Eu sou o grito do recém nascido que sente a primeira dor da separação. Eu sou o grito de toda a vida que alcança o mistério da verdadeira consciência. Eu sou o eterno. Agora da criação, eu Sou o Espaço através do qual viaja o tempo. Através de mim você experimenta os dons da reflexão, esperança, sabedoria e assim você poderá conhecer a si mesmo. Conhecer-se como Criador e criatura, menor que um grão de poeira e tão grande quanto o Deus que você louva." 
Chefe Archie Fire Lame Deer 

"Vocês devem ter notado que tudo o que o índio faz movimenta-se em círculo ou tem forma de círculo. O Poder do Mundo trabalha sempre de forma circular e tudo tende a ter a perfeição do círculo. O céu é redondo e a terra também, bem como as estrelas. O vento rodopia e os pássaros constroem seus ninhos de forma circular; as leis deles são semelhantes às nossas. Até mesmos as estações seguem uma grande roda nas suas mudanças, voltando sempre ao ponto de partida. A vida do homem é um círculo: de uma infância à outra. E assim é em tudo onde o poder se movimenta." 
Alce Negro (1863-1950) Xamã Oglala Sioux 

"No começo de tudo a sabedoria e o conhecimento pertenciam aos animais, pois o Criador não falava diretamente com os homens. O Grande Espírito tinha enviado certos animais para dizer aos homens que Ele se manifestava na luz do Sol e da Lua, na água e na terra, nas plantas e nos animais. E através disso tudo, o homem devia aprender, pois tudo falava sobre o Criador". Eagle Chief (séc. 19) Chefe dos Pawnee 

"A preparação para a cura requer um período especial de jejum, oração, renúncia, agradecimentos, sacrifício, exercícios devocionais. O propósito é vencer as paixões da carne e fortalecer o espírito. A abstinência e o rigor físico limpam o corpo e a concentração mental purifica a mente, alinhando assim a matéria e o espírito. Desta forma a mente individual pode entrar em contato com o poder de cura do Grande Espírito." 
Wooden Leg (séc. 19) Xamã Cheyenne 

"Quanto mais esperto o homem se julga, mais precisa de proteção divina para defender-se de si mesmo." 
Provérbio Sêneca 

"...tudo na terra tem um propósito, cada doença uma erva para curar , cada pessoa uma missão a cumprir. Esta é a concepção dos índios sobre a existência..." 
Christine Quintasket (índia Salish) 1888-1936 

"Os pensamentos são como flechas, uma vez lançadas alcançam o seu alvo. Seja cauteloso ou poderá um dia ser sua própria vítima." 
Provérbio Navajo 

"Quando compreendermos profundamente a verdade dos nossos corações saberemos louvar, amar e agradecer ao Grande Espírito." 
Provérbio Oglala Sioux 

"Lembre-se que seus filhos não são sua propriedade, eles foram apenas confiados à sua guarda pelo Grande Espírito." 
Provérbio Mohawk 

"Não julgue seu vizinho até andar duas luas nos mocassins dele." 
Provérbio Cheyenne 

"Não basta falar sobre a paz, é preciso pensar, sentir, agir e viver em paz." 
Provérbio Shenandoah 

"Que os meus inimigos sejam fortes e corajosos, para que ao ser vencido não me sinta envergonhado." 
Provérbio Cheyenne 

"Você deve viver sua vida do início até o fim, pois ninguém mais pode fazer isto por você." Provérbio Hopi 

"O que importa se uma vasilha é preta e outra é branca se os desenhos delas é perfeito e servem para a mesma finalidade?" 
Provérbio Hopi 

"Não ande atrás de mim, talvez eu não saiba liderar. Não ande na minha frente, talvez eu não queira seguí-lo. Ande ao meu lado, para podermos caminhar juntos." 
Provérbio Ute 

"As leis dos homens mudam de acordo com o seu conhecimento e compreensão. Apenas as leis do Espírito permanecem sempre as mesmas." 
Provérbio Crow 

"Como é que se pode comprar ou vender o céu, o calor da terra? Essa idéia nos parece estranha. Se não possuimos a pureza do ar e o brilho da água, como é possível comprá-los? Cada pedaço desta terra é sagrado para o meu povo. Cada ramo de pinheiro, cada punhado de areia das praias, a penumbra na floresta densa, cada clareira e inseto que zumbe são sagrados na memória e experiência do meu povo... Os mortos do homem branco esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas. Nossos mortos jamais esquecem esta bela terra, pois ela é a mãe do homem vermelho. Somos parte da terra e ela faz parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs; o cervo, o cavalo, a grande águia, são nossos irmãos. Os picos rochosos, os sulcos úmidos nas campinas, o calor do corpo do potro, e o homem, todos pertencem à mesma família." 
Chefe Seattle 

"Soube que pretendem colocar-nos numa reserva perto das montanhas. Não quero ficar nela. Gosto de vagar pelas pradarias. Nelas me sinto livre e feliz; quando nos estabelecemos, ficamos pálidos e morremos. Pus de lado minha lança, o arco e o escudo, mas me sinto seguro na sua presença. Disse-lhes a verdade. Não tenho pequenas mentiras ocultas em mim, mas não sei como são os comissários. São francos quanto eu? Há muito tempo, esta terra pertencia aos nossos antepassados; mas quando subo o rio, vejo acampamentos de soldados em suas margens. Esses soldados cortam nossa madeira, matam nosso búfalo e, quando vejo isso, meu coração parece partir; fico triste... Será que o homem branco se tornou uma criança que mata sem se importar e não come o que matou? Quando os homens vermelhos matam a caça, é para que possam viver e não morrer de fome." 
Satanta, chefe dos Kiowas 

"Essa guerra não surgiu aqui em nossa terra; esta guerra foi trazida até nos pelos trilhos do Pai Grande que vieram tomar nossa terra sem pedir preço e que, em nossa terra, fizeram muitas coisas más. O Pai Grande e seus filhos culpam-nos por estes problemas... Nossa vontade era viver aqui, em nossa terra, pacificamente, e fazer o possível pelo bem-estar e prosperidade do nosso povo, mas o Pai Grande encheu-a de soldados que só pensavam na nossa morte. Alguns do nosso povo que saíram daqui de maneira a poder mudar alguma coisa, e outros que foram para o norte caçar, foram atacados por soldados do outro lado, e agora quando desejam voltar, os soldados se interpõem para impedi-los de voltar ao lar. Parece-me que há um caminho melhor que esse. Quando povos entram em choque, é melhor para ambos os lados reunirem-se sem armas e conversar sobre isso, e encontrar algum modo pacífico de resolver." 
Sinte-Galeshka (Cauda Pintada), dos Sioux Brulés 

"No princípio de todas as coisas, Tirawa, o Criador, deu a sabedoria e conhecimento aos animais. Ele enviou certos animais para contar aos homens os mistérios das estrelas, do sol e da lua. Para Tirawa todas as coisas no mundo são duais. Em nossas mentes nós somos dois, bom e mal. Com nossos olhos nós vemos duas coisas, coisas que são bonitas e coisas que são feias... Nós temos a mão direita que golpeia e traz mal, e nós temos a mão esquerda cheio de generosidade, e que sempre está mais próxima ao coração. Um pé pode nos conduzir a pelo mau caminho, o outro pé pode nos conduzir ao bom. Assim são todas as coisas." 
Letakos Lesa (Águia Noturna) Chefe Pawnne 

"De Wakan Tanka, o Grande Mistério, vem todo o poder. Por causa de Wakan Tanka é que o homem sagrado tem sabedoria e poder para curar e fazer feitiços sagrados. O homem sabe que todas as plantas que curam são dadas por Wakan Tanka; por isso elas são sagradas. Assim também o búfalo é sagrado, porque é um presente de Wakan Tanka. O Grande Mistério deu aos homens todas as coisas para comer, vestir e o bem-estar. E ao homem ele deu o conhecimento de como usar essas dádivas, como encontrar as plantas sagradas que curam, como caçar e cercar o búfalo, como conhecer a sabedoria. Pois tudo provém de Wakan Tanka, tudo. Ao Homem Sagrado é dado na juventude o conhecimento de que ele será sagrado. O Grande Mistério o faz saber disso. Por vezes, são os Espíritos que lhes falam. Os Espíritos não aparecem apenas em sonhos, mas também quando o homem está desperto. Quando um Espírito chega, pareceria como se um homem estivesse lá, mas quando este "homem" acabou de falar e se põe a andar de novo, ninguém pode ver onde ele vai. Assim são os Espíritos. Com os Espíritos, o Homem Sagrado pode dialogar intimamente e lhe ensinar coisas sagradas. O Homem Sagrado vai para uma tenda solitária e jejua e ora. Ou vai para a solidão das montanhas. Quando retorna aos homens, ele lhes conta e ensina o que o Grande Mistério lhe mandou falar. Ele aconselha, cura e faz feitiços sagrados para proteger as pessoas de todo mal. Grande é o seu poder e muito ele é reverenciado; seu lugar na tenda é de honra." 
Maza Blaska (Pedaço de Ferro Liso), Chefe Oglala Sioux 

"As tradições de nossas pessoas são passadas de pai para filho. Para ser Chefe é considerado que ele seja o mais instruído, o líder da tribo. Porém, o Xamã tem mais inspiração. É ele que está em comunhão com espíritos... Ele cura o doente com as suas mãos, preces, encantamentos e cantos divinos. Ele infunde vida nova no paciente, ao executar a sua prática mágica com o seu coração puro e imaculado..." 
Sarah Winnemucca (índia Paiute) 1844-1891 

"Todos os pássaros, até mesmo os da mesma espécie, não são semelhantes, e o mesmo ocorre com outros animais e com os seres humanos. A razão que o Grande Espírito não fez dois pássaros, ou animais, ou seres humanos idênticos é porque cada um foi colocado aqui por Wakan Tanka para ter uma individualidade independente e confiar em si mesmo." 
Atirador, dos Sioux Teton 

"Nós não queremos riquezas, só queremos criar direito nossas crianças. Riquezas não nos fariam bem nenhum bem. Nós não podemos leva-la conosco para o outro mundo. Nós não queremos riquezas. Nós queremos paz e amor." 
Mahpiua Luta (Nuvem Vermelha), Chefe dos Sioux Oglalas Teton 

"Tudo está ligado, como o sangue que une uma família. Todas as coisas estão ligadas. O que acontece a Terra recai sobre os filhos da Terra. Não foi o homem que teceu a trama da vida. Ele é só um fio dentro dela. Tudo o que ele fizer à teia estará fazendo a si mesmo." 
Chefe Seattle (1856) 

"Você consegue experimentar o poder e não se perder no processo? Dizem que poucos completam sua jornada de iniciação... Muitos param ao longo do caminho e ficam satisfeitos e ser curandeiros. Tornam-se donos de si mesmos. E há os que caem na armadilha do poder. Perdem-se ao longo do caminho." 
Don Antonio Morales Baca (Paq'o Kero)1902-1985 

"Todos os homens e mulheres tem um futuro, mas poucos têm um destino". 
Provérbio Andino 

"Te digo estas coisas para que as saibas. Toma o que pode usar delas e deixe o resto para trás. Apanhe tudo do que necessitas e sai em uma jornada pela tua vida... Se estas perdido, olha o céu noturno, as estrelas que cantam te guiarão. Quando se sentir triste e sem forças, escuta o Tambor do Sonho dentro de ti que é o teu próprio coração, ali dentro se faz sua verdadeira visão... Não temas o fim da viagem, é somente o princípio de algo que é novo, de uma verdadeira e grande aventura! Viracoccha está no todo e no fim não há morte, somente uma troca de mundo... Quando eu me for, pensa em mim como pensarei em ti. Porque agora somos amigos e o seremos por um bom tempo. Busca-me nos sonhos em que sonhas. E saiba, amigo querido, que sempre será bem-vindo nos meus." 
Mama Julia Farfan (Curandeira Peruana) 

Fonte: site-lobodocerrado
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...