quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Tecendo a manhã







Tecendo a Manhã


Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro; de um outro galo
que apanhe o grito de um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,
para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.



João Cabral de Melo Neto

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Escrito por Regina Brett aos 90 anos







Escrito por Regina Brett, 90 anos de idade:

"Para celebrar o meu envelhecimento,
certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou.
É a coluna mais solicitada que já escrevi.
Meu hodômetro passou dos 90 em agosto,
portanto  aqui vai a coluna
mais uma vez:"

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.

2. Quando estiver em dúvida, dê somente, o próximo passo, e pequeno.

3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.

4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Só quem te ama

5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.

6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.

7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.

11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.

12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.

13. Não compare sua vida com a dos outros.
Você não tem ideia do que é a jornada deles.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos.
Mas não se preocupe, Deus nunca pisca.

16. Respire fundo. Isso acalma a mente.

17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.

18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.

19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz.
Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.

20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.

21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use lingerie chic. 
Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.

22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.

23. Seja excêntrico(a) agora. Não espere pela velhice para vestir  roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você..

26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras:
'Em cinco anos, isto importará?'

27. Sempre escolha a vida.

28. Perdoe tudo de todo mundo.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo..

31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.

32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.

33. Acredite em milagres.

34.. Deus ama você porque ele é Deus,
não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.

35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.

36. Envelhecer ganha da alternativa morrer jovem.

38. Tudo que verdadeiramente importa no final é o  que você amou.

39. Saia de casa todos os dias.
Os milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e
víssemos todos os outros como eles são,
nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.

41. A inveja é uma perda de tempo.
Você já tem tudo o que precisa.

42. O melhor ainda está por vir.

43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.

44. Produza!

45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda assim é um presente! 


Não espere chegar lá pra viver assim!


sábado, 1 de setembro de 2018

O mestre e o sal







"O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal num copo de água e bebesse.

Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.

Mau - disse o aprendiz.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse em outra mão cheia de sal e a levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e o jovem atirou o sal para o lago.

Então o velho Mestre disse:

- Beba um pouco dessa água.

Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:

- Qual é o gosto?

- Bom! - Disse o rapaz.

- Você sente o gosto do sal? - Perguntou o Mestre.

- Não... - disse o jovem.

O Mestre então, sentou-se ao lado do jovem, pegou nas suas mãos e disse:

- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está à sua volta. É dar mais valor ao que você tem, do que ao que você perdeu."


Em outras palavras:

É deixar de ser copo para se tornar lago.


sábado, 18 de agosto de 2018

Sobre a raiva...







"O Mestre perguntou aos discípulos:

- Se alguém chega com um presente e você não o aceita,
a quem pertence o presente?

- A quem tentou entregar o presente,
respondeu um dos discípulos.

Então, o Mestre concluiu o seu pensamento:

- O mesmo vale para a raiva,
os insultos e as más energias.

Quando não são aceitos,
continuam pertencendo a quem os trouxe consigo."