sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Poema "Para Ti"







Para Ti

Foi para ti
que desfolhei a chuva
para ti soltei o perfume da terra
toquei no nada
e para ti foi tudo

Para ti criei todas as palavras
e todas me faltaram
no minuto em que talhei
o sabor do sempre

Para ti dei voz
às minhas mãos
abri os gomos do tempo
assaltei o mundo
e pensei que tudo estava em nós
nesse doce engano
de tudo sermos donos
sem nada termos
simplesmente porque era de noite
e não dormíamos
eu descia em teu peito
para me procurar
e antes que a escuridão
nos cingisse a cintura
ficávamos nos olhos
vivendo de um só
amando de uma só vida.


No livro “Raiz de Orvalho e Outros Poemas”

Mia Couto


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

... a quem você ama...






"Dê a quem você ama:
asas para voar,
raízes para voltar e
motivos para ficar."

Dalai Lama



quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Só substantivos...






A Pesca

o anil
o anzol
o azul
o silêncio
o tempo
o peixe

a agulha
   vertical
   mergulha

a água
a linha
a espuma

o tempo
a âncora
o peixe

a boca
o arranco
o rasgão

aberta a água
aberta a chaga
aberto o anzol

aquelíneo
ágilclaro
estabanado

o peixe
a areia
o sol.


Affonso Romano de Sant'Anna


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Somos criaturas na face da Terra...







"Somos criaturas na face da terra
capazes de mudar nossa biologia
pelo o que pensamos e sentimos.

O funcionamento de nossas células
está diretamente ligado aos pensamentos que criamos,
sendo constantemente modificados por eles.

A qualidade do funcionamento de nossas células
é diretamente proporcional
a qualidade das ondas de pensamentos que criamos.

E a qualidade das ondas de pensamentos que criamos
está ligado a eles e
podem ser produzidas
por baseados no medo ou no amor.

Se foram produzidas baseadas no medo,
foram produzidas pelo ego,
e suas ondas são baixas e
distorcem as ondas harmônicas que entram em contato.

Se foram produzidas baseadas no amor,
então, foram produzidas por um ego
subjugado pela auto-aceitação divina,
alinhado à produção de energia magnética do coração,
servindo somente à essas ondas cardíacas
e sendo instruído pela consciência superior.

Um surto de depressão, por exemplo,
pode arrasar seu sistema imunológico;
apaixonar-se, ao contrário,
pode fortificá-lo tremendamente.

A alegria e a realização nos mantém saudáveis
e prolongam a vida.

A recordação de uma situação estressante,
que não passa de um fio de pensamento,
libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego,
projeta tristeza por toda parte no corpo
– a produção de neurotransmissores por parte do cérebro é reduzido,
o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido,
os receptores neuro peptídicos
na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos,
as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas
e mais propensas a formar grumos e
até suas lágrimas contêm traços químicos
diferentes das lagrimas de alegria.

A boa notícia é que todo este perfil bioquímico
será drasticamente alterado quando a pessoa mudar o seu foco de atenção
e a fonte de produção de suas ondas de pensamento,
permitindo que sua consciência superior
opere em seu sistema através do amor,
usando o ego somente como o seu instrumento de apoio.

Acessar a consciência superior
e alia-la às ondas de energia cardíaca,
para manifestar o funcionamento e
a imunidade biológica que realmente você deseja ter,
é o primeiro passo para começar a refinar e
purificar a saúde em todos os seus corpos.

Você quer saber como esta seu corpo hoje?
Lembre-se então do que pensou ontem!

Quer saber como estará seu corpo amanhã?
Então olhe seus pensamentos hoje!

Lembre-se:
Ou você abre seu coração agora
ou algum cardiologista o fará por você."

Deepak Chopra


domingo, 1 de outubro de 2017

Felicidade...






"Eu quero a felicidade!
Disse um homem a Buddha.

Buddha, então, respondeu:

Primeiro retire o EU, que é o ego.
Depois o QUERO, que é o desejo.

Agora observe:

Ficou só A FELICIDADE."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...