domingo, 13 de maio de 2012

Não basta existir... há de viver...


"Não basta existir, há que viver. 
Não basta viver, há que ser. 
Não basta ser, há que transparecer. 
Não basta transparecer, há que servir. 

E só então partir. 
Saciado de dias e de noites, 
de luzes e de sombras, 
de amores, tremores e louvores. 

Em paz, 
como um avô sorridente, 
descascando uma laranja para o seu netinho. 

Confiante, 
como uma criança inocente 
se jogando nos braços de sua mãe. 

É longa e paradoxal 
a caminhada de retorno 
à Morada da Essência, 
de onde jamais partimos...

Roberto Crema
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...